Início Aeroportos Aeroporto de Goiânia (Santa Genoveva)

Aeroporto de Goiânia (Santa Genoveva)

Foto: Infraero

Atualizamos os números operacionais do Aeroporto de Goiânia, em Goiás. Neste trabalho inédito apresentamos informações do histórico de passageiros embarcados e desembarcados no aeroporto de 2000 a 2021, a participação de mercado das empresas em operações domésticas nos últimos 5 anos, entre 2017 e 2021, e finalizando com os voos vigentes no aeroporto.

Vejam os números operacionais do aeroporto, atualizados pelo Portal Aviação Brasil

Os dados anteriores ao ano 2000 estão sendo levantados pela equipe de dados do Aviação Brasil.

Participação de mercado dos últimos 5 anos, das empresas que operam voos domésticos de passageiros

Localidades atendidas e distribuição dos voos domésticos entre as companhias aéreas

Na tabela a seguir, na última linha, vemos qual empresa tem a maior participação na oferta de assentos do aeroporto. A primeira coluna da esquerda informa os destinos atendidos e quais empresas operam a rota. Na coluna da direita, em total geral, significa quais destinos tem a maior participação de voos/assentos a partir do aeroporto.

Um pouco da história

O Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia (GO), encerrou 2021 com alta na movimentação de passageiros. Passaram por lá, entre operações de embarques e desembarques, mais de 2 milhões de viajantes, crescimento de aproximadamente 47% em relação a 2020, ano de pandemia. O aeroporto tem capacidade de atendimento de 6,5 milhões de passageiros por ano.

O superintendente do aeroporto, Antonio Erivaldo Sales, atribui a alta na movimentação de viajantes à reclassificação da resistência do pavimento da pista de pouso e decolagem (PCN) do Aeroporto de Goiânia. “A nova reclassificação, efetivada em janeiro de 2018, permitiu que todas as aeronaves decolem com sua capacidade de passageiros completa.  Além das questões técnicas, é válido ressaltar que o aquecimento da economia no estado de Goiás também favoreceu a opção dos viajantes pelo transporte aéreo”.

Inaugurado em maio de 2016, o novo terminal de passageiros da aviação comercial em Goiânia possui infraestrutura completa para garantir a operacionalidade do aeroporto, com dez posições de estacionamento no pátio de aeronaves, sendo quatro em pontes de embarque, 12 portões de acesso aos passageiros que partem ou chegam à capital, ampla praça de alimentação, elevadores e escadas rolantes, além de facilidades aos usuários como a nova estrutura de internet sem fio, 568 pontos de energia para carga de eletroeletrônicos e, também, um completo mix comercial.

A Estapar e a CCR Aeroportos firmaram em março de 2022 um acordo para a administração e operação dos estacionamentos de 11 aeroportos, concedidos em 2021, que contarão com aproximadamente 5,5 mil vagas.

Até 2028, os estacionamentos de outros importantes aeroportos operados pela CCR também serão administrados pela Estapar gradativamente e Goiânia está incluído.

A CCR Aeroportos irá também aumentar em 10 vezes, para 20Mb, a velocidade do wi-fi fornecido. Para fornecer o serviço, a companhia firmou parceria com a Boingo Wireless, empresa americana fornecedora de redes sem fio e líder em provimento de conectividade em aeroportos.

Fonte: Infraero e CCR editado por Aviação Brasil

error: Conteúdo Protegido !!
Sair da versão mobile