No próximo sábado, dia 30 de julho, será realizado o sorteio dos jogos e cidades para as eliminatórias da Copa de 2014, às 15h, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro (RJ). As operações aéreas nas proximidades do local serão interrompidas durante a solenidade por questões de ordem técnica – já que o evento será transmitido para 208 países e os equipamentos de comunicação utilizados para a transmissão são sensíveis a ruído – e por questões de segurança, pois o sorteio reunirá representantes do governo brasileiro e de diversos países.

Em reunião realizada em junho, representantes do setor aéreo e companhias definiram que o aeroporto Santos Dumont ficará das 14 às 18 horas sem pousos ou decolagens e todos os 43 voos regulares previstos nesse horário poderão ser remanejados para o aeroporto internacional do Galeão. As companhias aéreas já iniciaram a reprogramação dos voos, horários e a comunicação aos passageiros que deveriam embarcar ou desembarcar nesse período no Santos Dumont.

A interrupção das operações no aeroporto Santos Dumont abrangerá o espaço aéreo compreendido em um raio de 3 km e altura de 5 mil pés, tendo como ponto central a Marina da Glória. Para otimizar as operações, o aeroporto do Galeão será exclusivamente dedicado aos pousos e decolagens de transporte regular de passageiros e carga, e estará fechado às operações da aviação geral entre 14 e 19 horas.

Os representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Infraero, Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), Polícia Federal e empresas aéreas decidiram que uma equipe será disponibilizada para atender a qualquer solicitação extraordinária referente à interrupção das operações aéreas. Essa equipe será composta por integrantes da Infraero, CGNA e ANAC e atuará no local do evento das 11 às 17 horas.

A ANAC recomenda a todos os passageiros com voos marcados de/para o aeroporto Santos Dumont que consultem sua companhia aérea antes de se dirigir ao local.
Em caso de atrasos ou cancelamentos de voos, os passageiros deverão ser assistidos pela Resolução n° 141 da ANAC.