UPS espera novo recorde de solicitações de rastreamento on line de pacotes

166

Em meio à correria das festas de final de ano, empresas e consumidores frequentemente se focam em rastrear o progresso de suas encomendas UPS, como se estivessem olhando a rota global do Papai Noel. Ano após ano, aumenta o número de pessoas que espontaneamente procuram checar o status dos seus envios, para se certificarem de que as encomendas chegarão a tempo.

O ano de 2005 não é exceção. A UPS espera ultrapassar a marca de 100 milhões de solicitações de rastreamentos online durante a semana de pico, que vai de 19 a 23 de dezembro. Será um recorde e um enorme salto em relação à última década. Há dez anos, a UPS registrava 100.000 pedidos de rastreamento pela Internet em um único mês, um impressionante número para a época. Em dezembro de 1997, outra importante marca foi registrada: um milhão de requisições em uma única semana.

“Nosso investimento anual de US$ 1 bilhão em tecnologia é focado em nos aproximar cada vez mais dos nossos clientes. Isso significa tratar cada um deles como se fosse o único”, declara Dave Barnes, vice-presidente sênior e CIO. “Oferecer aos nossos clientes a habilidade de rastrear rapidamente as suas encomendas através do site ups.com é um exemplo de como o nosso investimento vale a pena”, completa Barnes.

A época de Natal e Ano Novo é a mais movimentada do ano para a UPS. O pico de volume de entregas diárias aumenta em até 43%, para 20 milhões de pacotes no mundo todo. Os comerciantes e os consumidores confiam no site ups.com para rastrear os envios de forma a garantir a entrega dos pacotes e presentes.

De esquina, para mais de 200 países e territórios ao redor do mundo, a UPS tem trazido os feriados de Natal para casa por mais de 98 anos.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

, UPS espera novo recorde de solicitações de rastreamento on line de pacotes, Portal Aviação Brasil, UPS espera novo recorde de solicitações de rastreamento on line de pacotes, Portal Aviação Brasil

Deixe uma resposta