Foto: Nery Cardoso
Atualizamos os números operacionais do Aeroporto de Cascavel, no Paraná. Neste trabalho inédito apresentamos informações do histórico de passageiros embarcados e desembarcados no aeroporto de 2000 a 2021, a participação de mercado das empresas em operações domésticas nos últimos 2 anos, entre 2020 e 2021, e finalizando com os voos vigentes no aeroporto. Em 2021 houve um crescimento de quase 37% no volume de passageiros embarcados e desembarcados (dados da aviação comercial somente). O número ainda é inferior a 2019, antes da pandemia, onde passaram pelo aeroporto 232.810 passageiros.

Vejam os números operacionais do aeroporto, atualizados pelo Portal Aviação Brasil

Participação de mercado dos últimos 2 anos, das empresas que operam voos domésticos de passageiros

Voos em Operação
Atualmente a Azul possui voos de Cascavel para Campinas e Curitiba e a Gol possui voos para São Paulo, Guarulhos.

Um pouco da história

Fundado em 12 de novembro de 1977, o Aeroporto Municipal de Cascavel – SBCA – Cel. Adalberto Mendes da Silva é administrado pela Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito – Cettrans, empresa pública municipal da administração indireta da Cidade de Cascavel – PR. O aeródromo está a uma altitude de 2.473 pés (754 metros), e as coordenadas geográficas são 25º00’08″S/053º30’07″WO. Possui pista com designativo das cabeceiras 15/33, com resistência (PCN) de 25/F/A/X/T. Está localizado a 8 km a Sudoeste do centro da cidade de Cascavel, na Avenida Itelo Webber s/nº – Bairro Santos Dumont – CEP 85.804-810. Possui um Terminal de Passageiros com 839,5m² e pista com dimensões de 1.780 x 45 metros, revestida em asfalto e equipada com iluminação que permite a operação noturna, com área de estacionamento para 160 veículos. Opera através de regras de voos VFR (Regras de Voos Visuais) e IFR Não Precisão (Regras de Voos por Instrumentos) diurno e noturno. Conta também com serviços de Centro de Meteorologia de Aeródromo – CMA, Comunicações e Radionavegação, realizados por intermédio da Estação Permissionária de Telecomunicações Aeronáuticas – EPTA. Possui serviço de abastecimento de combustível para motores á reação, disponível no período diurno. O serviço de resgate e combate à incêndio previsto no ROTAER ainda é CAT-4, estando em transição para CAT-6. Possui sistema de abastecimento de combustível para aeronaves JET-AI e AVGAS (Querosene e Gasolina de Aviação). Conta com serviços de segurança e facilitação, tais como aparelho de Raios-X, pórtico detector de metais na sala de pré-embarque, sistema de credenciamento para acesso às áreas restritas, Supervisores e Agentes de Proteção da Aviação Civil (APAC) e Operadores especializados de equipamentos de Raios-X devidamente credenciados pela ANAC, esteira de bagagens, carrinhos para transporte de bagagens, salas de pré embarque e desembarque climatizadas e sistema de som, sistema informativo de voos, além de Seção Contra Incêndio (SCI) operada em parceria com o Corpo de Bombeiros e efetivo de Bombeiros de Aeroportos do Município de Cascavel. Em fevereiro de 2022 a Infraero firmou contrato com a Autarquia Municipal de Mobilidade, Trânsito e Cidadania (Transitar) para a execução de serviços de medição de atrito e macrotextura na pista de pousos e decolagens do Aeroporto Municipal de Cascavel, no Paraná. Os serviços foram realizados e seguiram as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Aviação de Aviação Civil (Anac). Essas são atividades de rotina em aeroportos para garantir as boas condições de aderência dos pavimentos das pistas de pousos e decolagens. De acordo com o gestor de segurança operacional do aeroporto de Cascavel, Willian Rafael Cruz, os serviços garantem a qualidade do atrito da pista, possibilitando uma maior segurança tanto nos pousos quanto nas decolagens. Fonte: Aviação Brasil (estatísticas) e Cettrans (histórico do aeroporto)

Deixe uma resposta