Início Aeroportos Aeroporto de Santarém

Aeroporto de Santarém

Foto: Infraero

Atualizamos os números operacionais do Aeroporto de Santarém, no Pará. Neste trabalho inédito apresentamos informações do histórico de passageiros embarcados e desembarcados no aeroporto de 2000 a 2020, a participação de mercado das empresas em operações domésticas nos últimos 5 anos, entre 2016 e 2020, e finalizando com os voos vigentes no aeroporto.

Vejam os números operacionais do aeroporto, atualizados pelo Portal Aviação Brasil

A pandemia de Covid-19 fez com que os números de Santarém registrassem queda de 37% em 2020 e voltasse a níveis de 2006/7.

Participação de mercado dos últimos 5 anos, das empresas que operam em Santarém, voos domésticos de passageiros

 

Um pouco da história

O Aeroporto de Santarém, que recebe o mesmo nome da cidade, foi inaugurado em 31 de março de 1977 e transferido à jurisdição da Infraero em 31 de março de 1980.

Antes, o aeroporto funcionava em outro local, conhecido hoje como pista do aeroporto velho.

O aeroporto velho recebeu seu primeiro voo em 2 de maio de 1942, com um Lockheed L-18 Lodestar da Panair. Anteriormente a isso, há registro de operações da Panair com o Sikorsky S-38, realizando voos em 1933 entre Belém – Breves – Gurupá – Prainha – Monte Alegre – Santarém – Óbidos – Parintins – Itacoatira – Manaus e em 1936 entre Belém – Santarém – Porto Velho – Sena Madureira – São Felipe – Tabatinga – Iquitos – Manaus, 

Foto: Alfonso Gimenez

O aeroporto atual está distante 15 km do centro da cidade, possui acesso facilitado pela Rodovia Fernando Guilhon. Em seu entorno, uma ornamentação paisagística especial mostra de forma marcante o portal de entrada da região, denominada de “A Pérola do Tapajós”.

Este aeroporto tem importante papel no estreitamento dos laços com o restante do Brasil e do mundo, devido à sua localização geográfica. Entre Belém e Manaus, é uma alternativa para voos internacionais.

Passageiros e usuários que utilizam o aeroporto podem desfrutar da nova rede de Wi-Fi gratuita enquanto aguardam o voo. A facilidade faz parte do contrato firmado entre a Infraero e a empresa norte-americana Boingo Wireless, líder mundial no segmento, que opera as redes com a Ziva, empresa latino-americana de infraestrutura sem fio, reconhecida por suas soluções flexíveis de hardware e software.

Para usar a internet gratuita, o passageiro deverá procurar a rede “Infraero Free Wi-Fi”. Após se conectar, o acesso grátis à internet fica disponível por uma hora, mas quem precisar de velocidades e tempos maiores poderá adquirir assinaturas nas modalidades de um dia ou mensal.

Possui uma área patrimonial de aproximadamente 11.000.000m², pista de pouso com 2.402m por 45m, três hangares construídos e um em construção.

Voos em Operação

 

error: Conteúdo Protegido !!
Sair da versão mobile