Aeroporto Internacional de João Pessoa (Castro Pinto)

Foto: Divulgação Infraero

O Aeroporto Internacional de João Pessoa passou a ser administrado pela Aena Brasil, marca registrada da companhia espanhola Aena, no começo de 2020. A Aena é considerada pelo Conselho Internacional de Aeroportos como a maior operadora aeroportuária do mundo em número de passageiros, com mais de 275,2 milhões em 2019 na Espanha.

O aeroporto completou 62 anos de operações em 20 de agosto de 2019. Com capacidade para receber 2,3 milhões de passageiros por ano, o terminal paraibano registrou 1.385.076 embarques e desembarques em 2019, sendo 698.962 embarques e 686.114 desembarques.

Com a pandemia de Covid-19, que assola o mundo em 2020, o aeroporto viu seu volume de embarques cair quase 40% nos cinco primeiros meses de 2020 comparado com 2019, conforme quadro abaixo.

Em 1º de julho de 2017, o aeroporto registrou seu primeiro voo internacional em 16 anos. A Gol Linhas Aéreas passou a ofertar um voo semanal que ligava a capital paraibana a Buenos Aires, capital da Argentina.

Atualmente, o aeroporto conta com voos para Natal e Guarulhos (SP), pela Gol. Com a retomada gradual dos voos, durante a pandemia, já há previsões de voos para Brasília, Campinas, Maceió, Recife, Rio de Janeiro (GIG) e Salvador, além de acréscimo para Guarulhos.

O terminal recebeu, entre 2016 e 2017, investimento em melhorias como a nova Torre de Controle e a instalação das novas esteiras da sala de desembarque e da nova área de check-in do terminal de passageiros que foram substituídas por equipamentos mais modernos e mais largos, o que facilitou o processo de retirada das malas.

Já a nova área de check-in, que conta agora com 10 novos balcões, e recebeu um conjunto de esteiras e balanças para o despacho das bagagens.

O aeroporto conta agora com 28 balcões de check-in, aumentando a capacidade de atendimento de passageiros.