Aeroporto Internacional de Recife (Guararapes)

3565

O Aeroporto Internacional do Recife passou a ser administrado pela Aena Brasil, marca registrada da companhia espanhola Aena, no começo de 2020. A Aena é considerada pelo Conselho Internacional de Aeroportos como a maior operadora aeroportuária do mundo em número de passageiros, com mais de 275,2 milhões em 2019 na Espanha.

Conhecido como Aeroporto dos Guararapes, completou 62 anos no último dia 18 de janeiro. Foi administrado pela Infraero de 7 de janeiro de 1974 até a concessão para a Aena, no início de 2020.

Com a pandemia de Covid-19, Recife só está operando internacionalmente voos não regulares e cargueiros. Para os próximos dias/meses há previsão de retomada dos voos para Buenos Aires, Fort Lauderdale, Ilha do Sal, Lisboa, Madrid, Montevidéu, Orlando, Panamá e Santiago.

Nos voos domésticos já estão em operação destinos como Brasília, Campinas, Fortaleza, Juazeiro do Norte, Petrolina, Rio de Janeiro (GIG), Salvador, São Luis e São Paulo (CGH e GRU).

Há previsão de retomada dos voos para Aracaju, Belém, Belo Horizonte (CNF), Campina Grande, Cuiabá, Fernando de Noronha, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Petrolina, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro (SDU), Teresina e Vitória.

Em 2019 foram embarcados 4.493.941 passageiros, sendo 4.205.148 passageiros domésticos e 288.793 passageiros internacionais. Em volume de passageiros embarcados Recife é o 8º maior aeroporto brasileiro em embarques.

As estatísticas de 2020, produzidas pelo Portal Aviação Brasil, apresenta queda de 37% nos embarques de janeiro a maio de 2020, comparados com 2019. Veja o quadro a seguir:

O Portal Aviação Brasil traz um comparativo inédito dos embarques em 2000, 2010, 2018 e 2019

Visivelmente nota-se o crescimento no volume de passageiros embarcados nos últimos 10 e 20 anos. Reflexo das mudanças e crescimento do setor aéreo e da abertura de novas hubs pelas companhias aéreas.