Aeroporto de Juazeiro do Norte

Azul e Gol terão mais voos em Juazeiro do Norte

Foto: Divulgação Infraero

O Aeroporto de Juazeiro do Norte passou a ser administrado pela Aena Brasil, marca registrada da companhia espanhola Aena, no começo de 2020. A Aena é considerada pelo Conselho Internacional de Aeroportos como a maior operadora aeroportuária do mundo em número de passageiros, com mais de 275,2 milhões em 2019 na Espanha.

Um pouco de sua história

Em 23 de setembro de 1953 foi sancionada a Lei Municipal de doação dos terrenos do município para união. A inauguração ocorreu aproximadamente um ano depois, em 15 de setembro de 1954, data do Feriado Municipal da Padroeira da cidade de Juazeiro do Norte/CE – Nossa Senhora das Dores, na época foi denominado de Aeroporto Regional do Cariri.

O Aeroporto Regional do Cariri, Juazeiro do Norte, como era denominado anteriormente, conforme a lei federal 10.361 de 27 de dezembro de 2001, teve seu atual TPS construído no período de 1979 a 1981, antes era utilizado apenas como pista de pouso e operava nas instalações do atual Aeroclube. Desde então, passou pela administração Municipal por vários anos até que foi repassado para o Governo do Estado e durante todos esses anos não passou por mudanças significativas na sua infraestrutura.

Desde a década de oitenta recebe voos regulares, iniciando as operações com a Varig com a linha Recife – Juazeiro – Petrolina – São Paulo.

O início da era Infraero começou em 1997 quando da administração compartilhada com o Governo do Estado do Ceará e Município de Juazeiro do Norte, com apenas um empregado orgânico.

Atualmente é denominado de Aeroporto de Juazeiro do Norte – Orlando Bezerra de Menezes, conforme a lei nº 13.088, de 29 de dezembro de 2000, e está localizado na região sul do estado do Ceará, município de Juazeiro do Norte.

Foi incorporado a rede Infraero em 14 de março de 2002 e foi concedido à Aena, após processo licitatório, no início de 2020.

O sítio aeroportuário compreende uma área de 1, 28 milhão de m², e a pista principal tem 1.940 metros de cumprimento por 45 metros de largura. O aeroporto está localizado a seis quilômetros do centro da cidade e a oito da rodoviária.

Com 63 anos de operações, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes tem capacidade para atender 800 mil passageiros por ano, sendo um dos maiores e mais movimentados no interior nordestino.

Com a pandemia de Covid-19, que assola o mundo e o Brasil, particularmente, desde março de 2020, o aeroporto também viu seu movimento de passageiros despencar! Foram 59.336 passageiros embarcados de janeiro a maio de 2020, o que representa 44,17% menos que no mesmo período de 2019.

Em 2019 foram embarcados 262.182 (-6,71%) passageiros e desembarcados 260.413 passageiros, totalizando 522.595 passageiros nos voos regulares e não regulares realizados por companhias aéreas no aeroporto.

Atualmente, o aeroporto conta com voos para Recife e São Paulo (GRU) com a Azul e a Gol, respectivamente. Já há previsão de mais voos na retomada do setor, com voos pela Azul para Petrolina, Recife (novas frequências) e São Paulo (GRU) e, também pela Gol, novas frequências para São Paulo (GRU).