A Airbus, em parceria com a SKY, inaugurou seu último centro de treinamento localizado em Santiago, no Chile, tornando-se o quarto na América Latina.

O Centro de Treinamento Airbus Chile (ACTC, sigla de Airbus Chile Training Center, em inglês) está localizado dentro das instalações da Airbus Chile no Aeródromo de Tobalaba, em Santiago.

As unidades de 1.700 metros quadrados oferecem formação aos operadores Airbus no Chile e acomodam um conjunto completo de equipamento de formação de pilotos A320, com uma capacidade de formar 1.800 alunos por ano. SKY, uma companhia aérea de baixo custo, com base no Chile e no Peru e que possui uma frota totalmente Airbus, selecionou a empresa como seu fornecedor de formação de voo em 2019, visando proporcionar as melhores condições de segurança aos seus passageiros.

O centro foi inaugurado na presença da Ministra dos Transportes e Telecomunicações do Chile, Gloria Hutt, além do CEO da SKY, Holger Paulmann, e Arturo Barreira, Presidente da Airbus na América Latina e Caribe.

A família A320 é a linha de aeronaves de corredor único mais popular do mundo, sendo a opção preferida tanto para passageiros como para companhias aéreas, desde transportadoras de baixo custo a novos modelos empresariais que se beneficiam dos níveis de desempenho e conforto inéditos. À medida que o tráfego aéreo na América Latina aumenta progressivamente, a Airbus espera que, ao longo dos próximos anos, sejam treinados mais de 5.500 pilotos na região, de modo que o novo centro de formação apoie o crescimento atual e futuro das companhias aéreas.

O ACTC faz parte da rede mundial de treinamento de voo da Airbus, com 20 centros em todo o mundo. Esta extensa e crescente rede global possibilita à empresa aeroespacial oferecer um pacote completo de formação de voo, permitindo que os clientes se beneficiem de seus conhecimentos mais perto da base de origem.

A Airbus já vendeu mais de 1.100 aeronaves e tem uma carteira de cerca de 430 encomendas, além de mais de 685 aviões em funcionamento em toda a América Latina e Caribe, representando quase 60% da cota de mercado da frota em serviço. Desde 1994, a companhia recebeu aproximadamente 70% das encomendas líquidas na região.

Deixe uma resposta