Azul vai subarrendar 53 de suas aeronaves Embraer

525

A Azul Linhas Aéreas anunciou hoje que espera subarrendar 53 de suas aeronaves Embraer E195 para a LOT, da Polônia, e para a Breeze Aviation Group, uma companhia aérea start-up com sede os EUA.

Essa transação segue a estratégia da Azul de acelerar a sua transformação da frota, a partir da substituição das aeronaves Embraer 195 por aeronaves Embraer 195-E2, maiores e de nova geração, que são mais eficientes no consumo de combustível, devido à nova tecnologia do motor.

“Nos últimos 11 anos, as aeronaves Embraer 195 foram a base do modelo de negócios da Azul, e sem dúvida continuarão a oferecer uma ótima experiência aos clientes da LOT e da Breeze. Agora que construímos a malha mais extensa do Brasil, estamos prontos para adicionar em nossa frota as aeronaves Embraer 195-E2. O preço do combustível no Brasil é cerca de 35% mais caro do que em outras partes do mundo, por isso é essencial que a Azul passe a operar com aeronaves da próxima geração o quanto antes”, afirma John Rodgerson, CEO da Azul.

Segundo o plano de frota da companhia, até o final de 2021 não haverão mais aeronaves Embraer 195 da primeira geração operando na companhia. Veja a atualização até o final de 2025!

A empresa deve terminar 2020 com 147 aeronaves:
33 ATR 72
47 Airbus A320/321
11 Airbus A330-200/900
27 Embraer 190/195
29 Embraer 195 E-2

Em 2021 o cenário será de 155 aeronaves:
33 ATR 72
55 Airbus A320/321
12 Airbus A330-200/900
07 Embraer 190/195
48 Embraer 195 E-2

Em 2022 o cenário será de 170 aeronaves:
33 ATR 72
63 Airbus A320/321
12 Airbus A330-200/900
62 Embraer 195 E-2

Em 2023 o cenário será de 185 aeronaves:
33 ATR 72
72 Airbus A320/321
12 Airbus A330-200/900
68 Embraer 195 E-2

Em 2024 o cenário será de 200 aeronaves na frota:
33 ATR 72
80 Airbus A320/321
12 Airbus A330-200/900
75 Embraer 195 E-2

Deixe uma resposta