Bombardier vende mais dez jatos CS 100

1488

A Bombardier Aerospace anunciou que uma grande operadora, ainda mantida no anonimato, será a primeira operadora a receber as aeronaves CSeries. A empresa assinou um pedido firme de 10 aeronaves CS100 com opções adicionais de seis.

Com base no preço de lista para as aeronaves CS100, o pedido firme é avaliado em US$ 616 milhões de dólares, que poderia aumentar para US$ 1,01 bilhões de dólares, caso as opções sejam também convertidas em encomendas firmes.

A família de aeronaves CSeries vai oferecer 15% de vantagem de custo operacional de caixa e 20% de redução do consumo de combustível; o ruído e as emissões são bastante reduzidas, bem como a flexibilidade operacional superior, desempenho excepcional em aeroportos e autonomia de 2.950 nm (milhas náuticas), o que equivale a 5.463 kms. Ele também irá proporcionar aos passageiros conforto adicional com a configuração de três + dois assentos, e a vantagem do corredor único.

Projetado para um mercado de 100 a 149 assentos, a família de aeronaves CSeries combina materiais avançados, tecnologia de ponta e métodos comprovados para atender às exigências da aviação comercial em 2013 e posterior a esta data.

A transação anunciada aumenta os pedidos firmes para a família de aeronaves CSeries a 113, incluindo 51 CS100 e 62 CS300, e aumenta o número de clientes de aeronaves CSeries para seis. Outros clientes que encomendaram aeronaves CSeries incluem Republic Airways (40 aeronaves CS300), Deutsche Lufthansa AG (30 aeronaves CS100), Lease Corporation International Group (17 CS300 e CS100 três aeronaves), Braathens Aviação (cinco CS100 e CS300 cinco aeronaves) e uma companhia aérea que permanece no anonimato (três aeronaves CS100). Além disso, o programa de aeronaves CSeries inclui opções para 109 aeronaves.