Como se preparar para trabalhar na aeronáutica

Foto: Enos Moura Filho

A Aeronáutica é uma das componentes nacionais e regulares que constituem as Forças Armadas, juntamente com a Marinha e o Exército.

Assim como as outras, é organizada hierárquica e disciplinadamente, tendo como autoridade máxima o Presidente da República. Essas características estão previstas na Constituição Federal de 1988.

É uma instituição criada para defesa da pátria, para garantir os poderes constitucionais, prevendo sempre manter a lei e a ordem. Os profissionais que trabalham na Aeronáutica, mais especificamente na Força Aérea Brasileira, são denominados como militares.

O órgão foi criado na época da Segunda Guerra Mundial, mais precisamente no ano de 1941, quando a FAB (Força Aérea Brasileira) passou a incorporar os equipamentos da Marinha, do Exército e do Departamento de Aviação Civil.

Com isso, foi dada a missão de manter o espaço aéreo nacional como soberano, prevenindo atos que vão de encontro aos interesses do Brasil.

A Aeronáutica, como parte da Força Aérea Brasileira, tem outras atribuições, que veremos ao longo deste texto. Além disso, vamos falar sobre como é o trabalho nesse órgão e como os candidatos precisam se preparar.

Se você tem como objetivo trabalhar nessa instituição, leia este artigo, pois ele fornece algumas informações importantes e necessárias.

Como é o trabalho na Aeronáutica?

Como parte da Força Aérea Brasileira (FAB), a Aeronáutica tem algumas responsabilidades, tais como:

  • Garantir a segurança aérea;
  • Operação do Correio Aéreo Nacional;
  • Apoio logístico;
  • Oferecer serviços de inteligência;
  • Repressão de delitos no espaço aéreo;
  • Controle do espaço aéreo brasileiro.

Existem muitos profissionais atuando em diversas áreas dentro da Aeronáutica, mas a Intendência é uma dos que mais se destacam.

Neste ano de 2020, a Intendência da Aeronáutica completou 74 anos, desde então exercendo um trabalho contínuo. Tem como foco os resultados operacionais, estando sempre atenta aos princípios da administração pública.

Muitas pessoas conhecem o trabalho da intendência em resgates, trabalhando juntamente com empresas de produtos hospitalares para atuar nessas campanhas.

No entanto, também está relacionada ao Direito, Administração Pública, Contabilidade, Finanças e Gestão de Projetos. Portanto, os profissionais intendentes podem desenvolver diferentes tipos de atividades.

São práticas transversais a todas as áreas da FAB (Força Aérea Nacional). Exemplo disso é que ela pode se envolver na aquisição de vetores, como as aeronaves.

Nesse tipo de atividade, os intendentes cuidam da gestão de contratos e de desenvolvimento de projetos, bem como de transferência tecnológica e garantia de infraestrutura necessária.

No caso da atuação em campanhas, ela é bastante diversificada, pois pode estar envolvida com ajudas humanitárias ou com socorro em situações de calamidade pública, que depende de profissionais de todos os setores.

Por exemplo, em casos de tempestades destruidoras, os intendentes podem contar com profissionais que fazem inspeção instalações elétricas para evitar desastres como explosões e curtos.

Os intendentes de campanha também atuam em casos de acidentes aéreos, ações de Garantia da Lei e da Ordem e na resolução de conflitos públicos de grandes proporções.

São esses profissionais que vão trabalhar para garantir alojamento, alimentação, condições sanitárias e momentos de lazer para vítimas de acontecimentos que abalam a sociedade e também dos militares que atuam nesses momentos.

Eles contam com todo o arsenal necessário para esses trabalhos, até mesmo serviços de tradução técnica, caso seja necessário.

Alguns exemplos reais de atuação da intendência foi o resgate da aeronave Gol 1907 em 2006, considerado um dos maiores acidentes da história; operação Serrana de 2011; e prestação de socorro às vítimas do terremoto no Haiti, em 2010.

Muitos outros trabalhos de campanha já foram feitos pelos intendentes da Aeronáutica. Tudo é preparado de 24 a 48 horas para atender em momentos de crise, levando os equipamentos e insumos necessários para as regiões de ocorrência.

Salários

Quando se fala em salários dentro da aeronáutica, devemos nos lembrar que ele se difere de cargo para cargo, assim como acontece em qualquer outra instituição, como em uma fabricante de copinho para doce de colher.

De qualquer forma, ele pode variar entre R$ 1.560,00 a R$ 13.471,00, no que compete ao corpo militar. Outros profissionais recebem valores distintos, de acordo com o cargo que ocupam.

Folgas e férias

A Aeronáutica trabalha 24 horas por dia, nos 7 dias da semana. Isso porque ela vigia constantemente o espaço aéreo brasileiro, controlando o tráfego, garantindo a segurança de instalações, fazendo a defesa aérea etc.

Em períodos como feriados e fim de ano, o trabalho é ainda mais intenso, pois aumenta muito a demanda. Independentemente disso, a carga horária, incluindo folgas e férias, depende do cargo de cada membro.

No geral, ela está prevista dentro das regulamentações do Ministério do Trabalho, revezando para que possam atender às demandas de trabalho.

Como se preparar para entrar na Aeronáutica?

Antes de você procurar por serviços de digitalização de documentos preço para preparar a papelada, vamos falar sobre como é preciso se organizar para entrar na Aeronáutica.

Existem duas maneiras de fazer isso, uma delas é a continuidade do alistamento militar. Ou seja, pessoas que conseguiram aprovação no alistamento, que prestaram serviço por um ano e que agora farão a prova para ingressar na aeronáutica.

Outra forma é por meio de concurso público, então, as pessoas aprovadas passam por diversos exames para poderem ingressar, tendo todas as informações necessárias para isso, como onde fazer exame admissional.

De qualquer forma, é preciso se preparar para fazer parte desse órgão tão importante para o Brasil. Algumas maneiras de fazer isso são:

1 – Cuidar da saúde

É fundamental saber como está a saúde para quem quer ingressar nas forças aéreas. Isso porque, além do exame teórico, é necessário estar com a saúde bem cuidada.

Dessa forma, é papel do candidato fazer um check up para verificar condições como colesterol e pressão. Também é importante se atentar ao condicionamento físico, pois baixa resistência ou estar acima do peso podem comprometer a aprovação.

Dessa forma, é essencial que o candidato faça alongamentos e outros tipos de exercícios físicos diariamente.

2 – Estudar o edital do concurso

É um erro não estudar detalhadamente o edital do certame. Isso traz muitos prejuízos, como impedimentos para exercer o cargo, devido ao fato de não atender às exigências.

É como acontece com uma empresa privada, que precisa de um perfil específico de pessoas para realizar as atividades, como armazenamento de moveis, que exige força para o manuseio.

É papel do concurseiro ler todo o edital e seus anexos, para saber se realmente está apto ou não. Depois, é necessário seguir a biografia proposta para começar a estudar.

Uma dica valiosa é fazer provas antigas, pois ajuda a rever questões, identificar onde estão erros e dificuldades, bem como, adaptar-se com o estilo da prova, evitando sustos no dia.

3 – Buscar um curso preparatório

Estudar sozinho, em casa, não é uma tarefa fácil, principalmente para quem trabalha e tem outros afazeres. Além disso, o aprendizado se torna muito mais difícil e o ambiente poucas vezes favorece a concentração.

Dessa forma, é importante que o candidato procure por um bom curso preparatório, seja presencial ou pela internet, para que possa assimilar bem tudo o que é exigido pelo concurso da aeronáutica.

Você pode até achar que as provas são tão fáceis quanto usar um leitor biométrico digital, mas não são. É um erro pensar dessa forma.

O curso preparatório conta com profissionais capacitados, que estão aptos a esclarecer qualquer dúvida sobre assuntos que são mais difíceis para o candidato.

Além de deixar o aprendizado mais simples e fácil, traz mais confiança para prestar o concurso, pois o candidato se sente muito mais preparado.

O segredo é não deixar para a última hora, e começar o curso o quanto antes. Trata-se um investimento importante para a realização de um sonho.

4 – Ser persistente

Nós sabemos que muitas pessoas são reprovadas em concursos públicos. O segredo é não desistir e esperar os próximos editais para tentar novamente.

De qualquer forma, prepare-se bem para a primeira oportunidade, pois nunca se sabe quando outra virá.

Conclusão

A carreira militar é, sem dúvidas, uma das mais garantidas para a vida de qualquer pessoa. Ela traz estabilidade e segurança, além de ser uma bela e promissora carreira.

Há muito o que fazer na Aeronáutica, dessa forma, abrindo portas para pessoas e profissionais dos mais variados perfis. É uma maneira de ingressar em um órgão importante e valorizado pelas autoridades de todo o país.

Basta conhecê-la um pouco melhor e se preparar para entrar. Depois disso, o profissional construirá, ao longo dos anos, uma carreira sólida e de sucesso, que o fará sentir orgulho de ter escolhido a Aeronáutica do Brasil.

Deixe uma resposta