Foto: Johnson Barros

A convite da Força Aérea Brasileira (FAB), a Força Aérea dos Estados Unidos está participando do Exercício Cruzeiro do Sul CRUZEX VII que começou ontem, 18 de novembro, e irá até o próximo dia 30 de novembro, em Natal.

Seis caças Falcons F-16 da Guarda Aérea Nacional do Texas e um KC-135 Stratotanker da Guarda Aérea Nacional de Washington participarão do exercício. Aproximadamente 130 militares dos EUA participarão do evento. Essa edição do CRUZEX reúne cerca de 100 aeronaves de 14 países: Brasil, Canadá, Chile, França, Peru, Uruguai e EUA participarão com pessoal e aviões. Bolívia, Índia, Suécia, Reino Unido e Venezuela participarãocomo observadores.

O CRUZEX é um exercício de combate aéreo. As aeronaves dos EUA treinarão ao lado de aeronaves da nação parceira em cenários simulados para possíveis eventos ao redor do mundo, incluiindo apoio a operações de manutenção da paz e estabilidade, apoio a autoridades civis durante operações de resposta humanitária e assistência aos países após um desastre natural.

O Encarregado de Negócios da Embaixada dos EUA, William Popp afirmou: “Estamos felizes de participar do CRUZEX 2018, liderado pelo Brasil, nosso aliado próximo, com a participação de outros 12 países das Américas e da Europa. Estamos empenhados em aumentar a capacidade dos parceiros e a integração regional em apoio à assistência humanitária e aos eventos de socorro a desastres – um dos maiores desafios que a região enfrenta ”.

A Força Aérea dos EUA já participou do CRUZEX em 2010 e 2013. O Exercício é o maior evento multinacional conjunto de combate aéreo realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB) – que também inclui o Exército e a Marinha do Brasil.

Deixe uma resposta