Foto: GOL

Através de uma decisão tomada por liberalidade e atendendo o principal valor da companhia, que é segurança, prosseguindo com as mesmas ações adotadas por autoridades da Indonésia e da China, após os acidentes com os Boeing 737 MAX-8 da Lion Air, em 29 de outubro de 2018 e da Ethiopian Airlines, ontem dia, 10, a Gol informou que a partir das 20:00 horas de hoje (11/3), suspenderá temporariamente as operações comerciais das suas aeronaves 737 Max 8.

A GOL Linhas Aéreas informa também que desde o início das operações com o avião Boeing 737 Max 8, em junho de 2018, já realizou 2.933 voos, totalizando mais de 12.700 horas, com total segurança e eficiência. Atualmente a frota da companhia é composta por 121 aeronaves Boeing, das quais sete modelos 737 Max 8.

A GOL reitera a confiança na segurança de suas operações e na Boeing, parceira exclusiva desde o início da companhia em 2001, e esclarece que está acompanhando de forma intensiva todos os fatos, que permitam o retorno das aeronaves às operações regulares da companhia no menor espaço de tempo possível.

Os Clientes com viagens previstas nas aeronaves 737 Max 8 serão, a partir de hoje, comunicados e reacomodados em voos da empresa ou de outras companhias aéreas, como a parceira Delta Air Lines. A central de atendimento também permanece à disposição pelo telefone 0800 704 0465. A empresa continuará operando os destinos internacionais de longo curso com os aviões Boeing 737 NG, sem previsão de cancelamento na malha.

Essa decisão foi previamente comunicada à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que estabelece as regras para a Aviação Civil no Brasil.

A GOL pede desculpas pelos transtornos causados e conta com a compreensão de todos os seus Clientes.

Deixe uma resposta