A Platinum Air deveria ser uma nova empresa com foco em voos charters. Deveria utilizar um Boeing 727-200, inclusive pintado nas cores da empresa, seguindo os passos da Air Vias, Fly e Via Brasil, ambas também no segmento charter.

A previsão era de que iniciasse operações no início do segundo semestre de 2007, fato que nunca ocorreu.

Deixe uma resposta