Foto: KLM

A Sita anunciou o lançamento da Flex-as-a-Service, uma plataforma de nova geração que permite às companhias aéreas fornecer uma experiência completamente mobile aos passageiros, permitindo flexibilidade para responder rapidamente às necessidades de mudança no tráfego.

Com o número de passageiros aumentando intensamente em muitas partes do mundo, responder às demandas rapidamente tem sido uma tarefa difícil para companhias aéreas e aeroportos. A Sita Flex APIs (Interface de Programação de Aplicação) permitirá às empresas gerar novas ferramentas de processamento de passageiros, bem como simplificar o processo de desenvolvimento de aplicativos, permitindo um escalonamento muito mais rápido. As companhias aéreas não precisarão mais utilizar os caros e demorados procedimentos padrão para garantir a integração de seus passageiros, tendo a liberdade de implantar suas plataformas como e quando quiserem.

A velocidade de implantação foi demonstrada em um recente hackathon organizado pela Sita e pela Microsoft, no qual os desenvolvedores foram capazes de construir um aplicativo em 24 horas. Isso significa que as companhias aéreas podem implementar novos serviços, como a etiquetagem de bagagens de autoatendimento, em poucos dias.

Com base em uma parceria de longo prazo com a Microsoft, a Sita Flex utiliza o Microsoft Azure, fornecendo aos usuários o benefício da tecnologia da nuvem, sem as restrições de uma plataforma tradicional. Os funcionários das companhias aéreas também não precisam mais permanecer apenas em pontos fixos no aeroporto, como um balcão de check-in ou quiosque. Com isso, os agentes podem usar os aplicativos da empresa em um dispositivo móvel, em qualquer lugar.

Isso permite aos funcionários realizar o check-in de passageiros em locais remotos ou lançar os serviços de roaming dos agentes em minutos para gerenciar picos de tráfego ou operações irregulares. Juntos, esses benefícios oferecem às companhias aéreas ferramentas para gerenciar mudanças rápidas no aeroporto sem prejudicar a experiência do passageiro.

A Sita já percebeu interesse de diversos clientes de companhias aéreas e está, atualmente, realizando testes em aeroportos de todo o mundo.

Deixe uma resposta