Viva Colombia irá operar em São Paulo

Depois de mais que dobrar suas rotas internacionais, a Viva Air confirma sua expansão para o sul do continente americano com a abertura de rotas para Buenos Aires, São Paulo (GRU Airport) e Santiago do Chile.

Os novos destinos fazem parte do plano estratégico de crescimento da região como parte do desenvolvimento natural do modelo de ultra-low-cost, low-fare (ULCC). “Este ano mais do que dobramos as rotas internacionais, passando de três para sete com o México como um grande componente. O que vemos para o próximo ano é o crescimento e expansão internacional para o sul ”, afirma Félix Antelo, CEO da Viva Air em conversa com a Aero-Naves durante o Fórum de Líderes da Associação Latino-Americana e Caribenha de Transporte Aéreo (ALTA). “Queremos começar a voar para Santiago do Chile, Buenos Aires e São Paulo em meados de 2022.”

O início de novas rotas internacionais está condicionado à chegada de novos Airbus A320neo, o que permitirá um aumento da oferta internacional e nacional.

Como nos demais mercados em que atua, a Viva Air pretende atender o tráfego ponto a ponto, mas também visa um “tráfego de conexão de baixo custo” que praticamente não existe hoje. Para isso, aposta na sua principal base de operações em Medellín (MDE), que, com a expansão da empresa, passa a se posicionar como um ponto interessante para a troca de viajantes.

Deixe uma resposta