Foto: Alexandre Barros

A Air Europa iniciou seus voos em 1986 na Espanha, atendendo a princípio voos charters da Espanha para o mediterrâneo e pontos na Europa utilizando um Boeing 737-300. Devido a demanda, em 1991, recebeu um Boeing 757-200 para operação nos feriados na rota Las Palmas – Escandinávia. Em 1994 recebeu um Boeing 767-200 para substituir o 757. Em 1995 começou seus voos regulares internacionais para Londres e New York. Em 1996 começou a servir Salvador, em voos charters. No final dos anos 90 recebeu um Boeing 737-800.

No ano 2000 recebeu da Boeing seu primeiro Boeing 767-300ER. Em 2003 passou a operar regularmente a rota Madrid – Salvador com esta aeronave. Em outubro de 2006 iniciou operações entre a Madrid e Rio de Janeiro com dois voos semanais com Airbus A330, atualmente descontinuado. Em dezembro de 2013 iniciou os voos para São Paulo partindo de Madrid. Em 2015, operou do Brasil para o Chile e Espanha regularmente.

A Air Europa e a Turkish Airlines anunciaram em conjunto o início da parceria de codeshare, em vigor desde o início de outubro de 2016. Neste ano descontinuou o trecho Brasil – Chile.

Em março de 2018 a Air Europa passou a operar diariamente com o Boeing 787-8 na rota Madrid – São Paulo (Guarulhos), substituindo o Airbus A330-200, que permaneceram nas rotas de Recife e Salvador.

No segundo semestre de 2019 iniciou operações, duas vezes por semana, na rota Madrid – Fortaleza. A propósito, os números de 2019 foram os melhores da história da Air Europa no Brasil, com quase 343 mil passageiros embarcados do Brasil para a Espanha e de lá para nosso país.

Tudo caminhava para um próspero 2020, quando a pandemia de Covid-19 assombrou o mundo. A queda de 73% no volume de passageiros de e para o Brasil refletiu a gravidade da situação.

Com o avanço da vacinação pelo mundo, as companhias começaram a retomar suas operações e no Brasil a Air Europa retornou aos mercados de Salvador e São Paulo, até esse momento.

Abaixo o número de passageiros e carga transportada de e para o Brasil nos últimos 5 anos

Rotas operadas nos últimos 5 anos com passageiros de e para o Brasil

De 2017 para a cá a companhia operava de Fortaleza, Recife, Salvador e São Paulo para Madrid, conforme quadro abaixo. A grande demanda da companhia era para os mercados paulistas e baianos, o que justifica a retomada inicial dessas rotas.

Rotas operadas nos últimos 5 anos com carga de e para o Brasil

O cenário de carga não é diferente do cenário de passageiros, sendo que o volume de carga embarcada é majoritariamente de bagagens de passageiros.

Voos em Operação de e para o Brasil

A Air Europa retomou operações em São Paulo. Mas como andam os outros destinos no Brasil, como Fortaleza, Recife e Salvador? Veja abaixo o status de cada rota.
Fortaleza: retoma as operações em 16 de junho de 2022, voo 22, com Boeing 787-8, às segundas e quintas-feiras
Recife: retoma as operações em 18 de junho de 2022, voo 22, com Boeing 787-8, às terças e sábados
Salvador: retoma em 1 de abril de 2022, voo 84, com Boeing 787-8, às sextas e domingos
São Paulo (Guarulhos): o voo 58, com Boeing 787-9, está operando às segundas, terças, quintas, sextas e sábados, e a partir de 9 de maio de 2022 volta a ser diário

Participação de Mercado – Passageiros

Até 2019 a Air Europa era a terceira companhia na rota, atrás da Latam Brasil e da Iberia. Com a pandemia, a Iberia tornou-se líder de mercado com a redução de tráfego e manteve-se em 2021, com a retomada gradativa dos voos. Porém a Air Europa em 2021 assumiu, até agosto, o posto de segunda companhia na rota.

Participação de Mercado – Carga

Não muito diferente de passageiros, o cenário de carga Brasil – Espanha – Brasil é muito semelhante. No entanto, até esse momento de 2021, a Air Europa é apenas a terceira companhia em volume de carga do Brasil para a Espanha e de lá para cá. Os voos com medicamentos e insumos alavancaram os números da Latam Brasil na rota.

Frota da Empresa

Apresentamos as últimas informações do Grupo, tanto a Air Europa como a companhia que distribui os voos para menores localidades, a Air Europa Express.

Deixe uma resposta