Flapper obtém prêmio da Global Investment in Aviation Summit

115

Flapper, a primeira plataforma de aviação executiva sob demanda do Brasil, foi uma das vencedoras da competição de startups deste ano durante a Global Investment in Aviation Summit, em Dubai.

O programa foi realizado pela Intelak Incubator, patrocinada pelo Emirates Group, GE e Etisalat, e promove projetos inovadores com potencial para impulsionar o setor turístico da região.

Os finalistas tiveram a chance de apresentar seus projetos diante de um grupo selecionado de investidores, bem como representantes da Autoridade Geral de Aviação Civil e do Ministério da Economia dos Emirados Árabes Unidos. A Flapper foi uma das três empresas que chegaram à final, que também contou Flug Auto (eVTOL) e Inspect AI (solução movida à inteligência artificial para inspeção de aeronaves).

A Flapper, que atualmente oferece voos compartilhados no Sudeste do Brasil e fretamentos sob demanda, também anunciou seus planos de lançar a sua plataforma em Dubai já no segundo trimestre de 2020.

A empresa afirma estar na fase final de fechamento de seu financiamento Série A, com participação dos sócios da Emirati, além de outros dois investidores internacionais. A pretensão é usar o capital para expandir a presença da Flapper no Oriente Médio, começando inicialmente com os serviços de fretamento e pernas vazias, enquanto não nega a possibilidade de lançar voos compartilhados frequentes na região.

Paul Malicki, CEO da Flapper

Paul Malicki, CEO da empresa, diz que “Existem muitas características comuns entre a América Latina e a região do MENA, o que facilita a transferência de nossa tecnologia e metodologia para o Oriente Médio.

Começando com o mercado fretado, podemos gradualmente adicionar voos de alta temporada para hajj ou resorts insulares ou até mesmo voos de negócios entre Dubai e Al-Riyadh”.

De acordo com a empresa, os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita constituem a maior oportunidade. De acordo com o Flight Fleets Analyzer, os Emirados Árabes Unidos contam com 122 aeronaves de aviação executiva, incluindo 99 jatos de negócios. O mercado da Arábia Saudita é representado por 163 aviões, dos quais 125 são jatos.

A Flapper identificou 20 operadores diferentes nos Emirados Árabes Unidos, divididos entre os aeroportos de Abu Dhabi e Dubai e estima que o mercado de aviação da região MENA esteja avaliado em US$ 1,3 bilhão de dólares.

Atualmente o aplicativo da Flapper conta com mais de 350 aeronaves disponíveis para fretamento no Brasil por meio de seu sistema de cotação automática. Voos programados entre São Paulo e Angra dos Reis, além de mais de 10 destinos de alta temporada complementam a área de atuação da empresa. Também comercializam 14 aeronaves por meio de uma parceria com a Avinode no Brasil e recentemente recebeu a certificação da corretora americana Wyvern.

Deixe uma resposta