Lançada oficialmente a Azul Conecta

Companhia será responsável por reforçar operação regional da Azul e servir regiões desassistidas pelo modal aéreo, adicionando novas cidades à malha nacional e internacional da empresa

Foto: Azul Linhas Aéreas

A Azul lançou hoje, em Jundiaí, a Azul Conecta, a nova subsidiária da companhia. Fruto da aquisição da TwoFlex, a Azul Conecta tem como objetivo desenvolver a aviação sub-regional no Brasil, alcançando cidades e comunidades menores e conectando as regiões à malha de voos domésticos e internacionais da Azul.

Com forte atuação no Norte e Centro-Oeste, a Azul Conecta também já está em tratativas com governos locais para a retomada de voos em alguns estados.

A recuperação da economia e a retomada do mercado, no entanto, é que irão determinar o momento mais oportuno para o retorno de operações regionais em cidades do país.

Com atuação em 36 destinos no país, a frota da Azul Conecta é composta por 17 aeronaves modelo Cessna Gran Caravan, um turboélice regional monomotor com capacidade para até nove assentos.

Dos 17 aviões, três são exclusivamente cargueiros e vão contribuir para a expansão da Azul Cargo Express, a unidade de cargas da Azul, que pode levar cargas a cidades que não são atendidas por voos regulares da empresa.

São também os aviões Cessna Gran Caravan que vêm sendo utilizados na retomada das operações de algumas bases da Azul, como já aconteceu em Araçatuba, Marília, Bauru e Macapá.

Essenciais para entender o fluxo e a demanda de Clientes, os monomotores da Azul Conecta já voaram 3256 horas entre maio e junho, o que corresponde a 55 horas de voo por dia da frota que está em operação.

“A Azul Conecta nasce da vocação regional da Azul e da TwoFlex que, separadamente, já estavam levando o serviço aéreo para novas e diversas partes do Brasil. Agora, estamos unindo a força das empresas para, especialmente neste momento de flexibilização e retomada, direcionar o transporte aéreo e cargueiro a lugares que não estão sendo servidos hoje em função da pandemia ou a cidades potenciais que não contam com a operação aérea. Com a Conecta, queremos atingir a marca histórica de 200 cidades servidas no país nos próximos anos”, ressalta Flávio Costa, diretor presidente da Azul Conecta.

Deixe uma resposta