TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde (Cabo Verde)

6469
Foto: Cabo Verde Airlines

Operando atualmente no Brasil nas cidades de Fortaleza, Recife, Salvador e Porto Alegre, a TACV Cabo Verde Airlines, foi fundada em 27 de dezembro de 1958 quando realizou seu primeiro voo entre Praia – Ilha do Sal – Vicente.

Em 1985 inaugurou seu primeiro voo internacional, de Praia para Lisboa. Em 1996 recebeu seu primeiro Boeing 757-200, no qual começou a operar para Bogotá, Zurich e Viena, na Áustria.

Em dezembro de 2001 passou a voar para o Brasil na rota Ilha do Sal – Fortaleza com um Boeing 767-200ER da Moçambique Airlines. Em 2003 substituiu o equipamento na rota pelo Boeing 757. Em 2004 passou a voar para Boston, nos Estados Unidos.  Em novembro de 2005 iniciou um segundo voo semanal entre Ilha do Sal e Cidade do Porto. Em março de 2009 iniciou voos para a Europa.

Em junho de 2012 recebeu seu primeiro Boeing 737-800. Adicionou um novo voo semanal no trecho Praia – Recife com Boeing 737-400 em 5 de junho de 2015, seguindo para João Pessoa e São Luís, esporadicamente.

Em maio de 2018 apresentou na cidade de Praia, sua nova identidade visual.

A empresa anunciou parceria estratégia com a Air Senegal, para operar em serviço codeshare, desde o dia 03 de abril de 2019, nas rotas Sal e Praia para Dakar. Em 10 de maio recebeu seu Boeing 757-200 ostentando sua nova identidade visual e poucos dias depois, no dia 31, um outro Boeing 757 com as novas cores.

Após um ano do inicio da operação Sal/Salvador/Recife, em 24 de junho, a Cabo Verde Airlines iniciou voos diretos Sal/Salvador/Sal, sem escala em Recife, com ligações para Lisboa, Paris, e a partir de 01 de Julho para Milão e Roma.

Os voos tem frequência às segundas, quartas e sextas-feiras para rota Sal/Salvador e terças, quintas e sábados na rota Salvador/Sal. Os passageiros poderão usufruir de 22 lugares em classe comfort e 161 em económica.

Esta oferta de voos diretos de Salvador à ilha do Sal, procurou reforçar a ligação entre Brasil e Cabo Verde, como parte do reforço da presença da companhia no mercado sul americano.

A empresa anunciou o reforço da ligação entre Praia e Lisboa, com a chegada de uma nova aeronave. O Boeing 737-300 chegou ao Aeroporto Internacional Nelson Mandela no dia 13 de agosto e começou a operar a rota Praia-Lisboa-Praia em 30 de Agosto.

Iniciou dia 8 de dezembro, voos regulares para Washington, D. C., capital dos Estados Unidos da América.

Começou a voar para Lagos, Nigéria, em 9 de dezembro. A ligação entre Sal e Lagos é operada cinco vezes por semana, às segundas, terças e quintas-feiras, sábados e domingos, através de um Boeing 757, com configuração de 161 lugares em classe económica e 22 lugares na executiva.

Depois de Recife, Fortaleza e Salvador, a Cabo Verde Airlines apostou novamente no mercado brasileiro abrindo mais uma rota entre os dois países: Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

A rota é operada duas vezes por semana, às quartas e sextas-feiras para Ilha do Sal/Porto Alegre e quintas-feiras e Sábado para Porto Alegre/Ilha do Sal.

O voo inaugural aconteceu dia 11 de dezembro com partida da ilha do Sal às 21h50 e chegada a Porto Alegre às 04h00 da manhã, hora local em Porto Alegre. O voo inaugural entre Porto Alegre e Sal ocorreu em 12 de dezembro, com saída do Aeroporto Salgado Filho, às 20h55, hora local e chegada ao Aeroporto Internacional Amílcar Cabral às 07h55 locais.

Atualmente, a Cabo Verde Airlines voa também para Recife e Fortaleza, com conexão à ilha do Sal e ligação para todos os destinos europeus da companhia.

Desde 14 de dezembro, a Cabo Verde Airlines passou a voar duas vezes por semana para Boston, às terças-feiras e sábados.

A Cabo Verde Airlines recebeu o “Fontainhas”, a terceira aeronave com a nova identidade visual, um Boeing 757-200 com matrícula nacional D4-CCH. Atualmente opera cinco Boeing 757-200, três em dry lease e dois em wet lease, e planeia receber mais um até final de janeiro para substituir um dos aviões em wet lease.

Em 27 de dezembro, a companhia aérea concluiu a renovação da certificação IOSA. Pela sétima vez consecutiva, a empresa renovou a certificação do Programa de Auditoria de Segurança (IOSA) da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo), tendo sido registada com sucesso como operador IOSA.

Fundado em 2003, o IOSA é um programa de avaliação de sistemas reconhecido e aceite internacionalmente, que visa avaliar a gestão operacional e controlo dos sistemas de segurança das companhias aéreas.

Voos Operados do Brasil

 

Frota da Empresa

 

Deixe uma resposta