A Atlas Air Worldwide é um grupo composto por quatro empresas aéreas, a Atlas Air, a Polar Air Cargo, a Southern Air e a Titan Airways. O foco da holding é a terceirização de serviços de aviação e operação de aeronaves.

A Atlas Air foi fundada em 1992 e começou suas operações em 1993 com um Boeing 747-200F. Em 2001 iniciou operações no Brasil. A companhia também fornece aeronaves com tripulação, serviços de manutenção e seguro para várias outras empresas nos Estados Unidos e no mundo.

Abaixo os números de carga transportada de e para o Brasil nos últimos cinco anos

Rotas operadas nos últimos 5 anos com carga de e para o Brasil

A Atlas Air vem se consolidando a cada dia mais como um dos grandes competidores de carga aérea em nosso país, onde opera desde 2001. No quadro abaixo, que mostra a distribuição de carga em rotas de e para o Brasil, vocês notarão que Miami é o grande centro distribuidor dessa carga para o Brasil, em especial, para Viracopos, em Campinas, e para Manaus, ao longo desses últimos anos. Quando embarcado no Brasil, em Campinas é embarcada muita carga para Santiago, no Chile. Nesses período de pandemia, podemos destacar também Guarulhos, em São Paulo, onde já há um volume de carga embarcada e desembarcada considerável e em crescimento!

Voos em Operação do Brasil

A Atlas opera de Miami para o Brasil, atendendo três destinos, Campinas, Guarulhos e Manaus, com mais regularidade em 2021. De Campinas partem os Boeing 747-400 e Boeing 747-8 com carga para Lima, Quito e Santiago. De Guarulhos, às quartas-feiras, parte um Boeing 747-400 para Santiago e de Manaus, às terças, quintas e domingos, os voos partem para Quito, no Equador.

Participação de Mercado – Carga

A informação que iremos mostrar a seguir diz qual a participação de mercado da Atlas Air nas rotas Estados Unidos – Brasil, Brasil – Chile e Brasil – Equador, onde a companhia opera com mais regularidade. Da rota vinda dos Estados Unidos a companhia é líder de mercado com quase 30% do embarque de carga para nosso país e foi assim também nos anos de 2020 e 2019, este último competindo com o volume de carga embarcada de passageiros pelas outras companhias.

Do Brasil para o Chile a companhia também domina o volume de carga embarcada com 45% de mercado, seguida de longe pelas empresas Southern Air e Korean Air. Em 2020 a competição maior era com as empresas de carga do grupo Latam, assim como em 2019, adicionando o volume de bagagem de passageiros as empresas do grupo Latam.

Para o Equador os anos de 2020 e 2021 evidenciaram a importância da rota para a companhia com incríveis 60% de participação em 2021, número semelhante a 2020. Até 2019 a competição era mais acirrada com a KLM Cargo e com a Cargolux, que praticamente não operou no trecho no período de pandemia.

Frota Atualizada

Deixe uma resposta