A Itaú foi formada em 30 de setembro de 1947 como uma empresa exclusivamente dedicada a carga. Iniciou operações com 9 Curtiss C-46.

Em 1950 a empresa atendia Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza e Campo Grande, com voos que partiam do Rio de Janeiro e São Paulo.

Em 21 de fevereiro de 1951 perdeu um C-46 (PP-ITF) ao pousar no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, sem uma das pernas do trem de pouso, perdida instantes antes numa tentativa de pouso, que a quebrou. Após a arremetida, novo pouso, de barriga, o que causou um incêndio na aeronave.

Em 20 de agosto de 1953 o C-46 (PP-ITD) se acidentou quando pousava em emergência em Corumbá (MS). Em 3 de abril de 1955 outro C-46 (PP-ITE) foi perdido após chocar-se contra o solo num pouso noturno em Vitória (ES).

Chegou a operar um Consolidated PBY-5A Catalia (PP-ASN), em seu último ano de operação. Esta aeronave se acidentou em Marabá, em 11 de julho de 1956, ficando irrecuperável. Ainda em outubro de 1955 a Itaú foi comprada pela Transportes Aéreos Nacional.

Deixe uma resposta