Inair (Panamá)

A Inair – Internacional de Aviacion foi criada em janeiro de 1967 como uma empresa charter de carga e iniciou operações com um Curtiss C-46 ligando o Panamá a pontos na América Central e do Sul.

Em dezembro de 1969 recebeu autorização para voar para Miami. No final dos anos 70 tinha uma frota de 4 Douglas DC-6B e um Boeing 720.

A empresa ligava nessa época Miami a Santiago e chegava a Manaus, no Brasil, onde operou de 1972 a 1981.

Em 10 de abril de 1972 um Douglas DC-6, prefixo HP-539, em uma aproximação ILS em Ponta Pelada, Manaus, realizando um voo de carga da Cidade do Panamá para São Paulo, a aeronave não estava devidamente alinhada e estava muito alto na aproximação. O comandante corrigiu demais, fazendo com que o avião adotasse uma alta taxa de afundamento. Em uma atitude de ponta para baixo, o equipamento do nariz atingiu uma parede de concreto localizada a 12 metros do limiar da pista e foi arrancada. O avião pousou de nariz e deslizou por cerca de 300 metros antes de vir a parar. Todos os três tripulantes escaparam ilesos enquanto a aeronave foi danificada e não voltou a voar.

Em 1973 recebeu um Boeing 720 que juntou-se, na época, com outros dois Douglas DC-6F. Em 1974 o Boeing 720 foi substituído pelo Convair CV-880. Em 1976 recebeu um Lockheed L-188 Electra, para carga, que voou até 1977.

Em 5 de novembro de 1976 um Douglas DC-3, prefixo HP-671, nas Antilhas Holandesas, após a decolagem do Aeroporto Willemstad-Hato, enquanto subia, o avião perdeu força nos motores e caiu no mar. Ambos os membros da tripulação foram mortos.

De 1980 para 81 o Convair 880 foi substituído pelo Douglas DC-8-55F, modelo que a Inair operou duas aeronaves até o encerramento de suas operações em setembro de 1984.

Deixe uma resposta