Uma Ponte Aérea Alternativa

Operação com Boeing 737-300 na rota durou três anos e oito meses, até janeiro de 1991

No mês de maio do ano de 1987 a VASP – Viação Aérea de São Paulo, inaugurou serviços entre os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e o Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, com os novíssimos Boeing 737-300.

Naquela época, a Ponte Aérea era realizada com os saudosos Lockheed L-188 Electra II, da Varig, entre os aeroportos de Congonhas e o Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro.

Testes foram realizados no Santos Dumont com aeronaves British Aerospace Bae 146-200 e também com o Boeing 737-300, trazido pela Boeing nas cores da empresa norte-americana Piedmont.

A VASP queria ser a pioneira no transporte entre os aeroportos de Congonhas e Santos Dumont, mas ainda não poderia executar a rota com aeronaves próprias devido falta de autorizações dos órgãos competentes e a falta de homologação da pista do aeroporto carioca para operação dessa categoria de aeronave.

A alternativa foi criar voos de Congonhas para o Galeão e para isso a companhia empregou dois jatos Boeing 737-300 na rota. O trecho também teve acordo com as companhias Cruzeiro do Sul (SC), Varig (RG) e Transbrasil (TR), que em certos dias e horários detinham os assentos da aeronave da VASP, tal como era compartilhado na Ponte Congonhas – Santos Dumont, onde as aeronaves Electra II pertenciam à Varig.

O serviço funcionou até janeiro de 1991, quando foram retirados de operação. Os Boeing 737-300 retornaram a Ponte Aérea em dezembro de 1991, estreando oficialmente na rota Congonhas – Santos Dumont, com aeronaves da Vasp e Transbrasil. A Varig somente começou a operar com aeronaves Boeing 737-300, no lugar dos Lockheed Electra II, em janeiro de 1992. A saudosa aeronave fez seu último voo em 6 de janeiro de 1992.

Abaixo os horários e números de voos da companhia:

Trecho Congonhas – Galeão

  • VP 681 – Decolagem de Congonhas às 07h15 e pouso às 08h15 no Galeão (segunda a sexta)
  • VP 683 – Decolagem de Congonhas às 08h45 e pouso às 09h45 no Galeão (segunda a sexta)
  • TR 685 – Decolagem de Congonhas às 12h15 e pouso às 13h15 no Galeão (segunda e quinta)
  • VP 685 – Decolagem de Congonhas às 12h15 e pouso às 13h15 no Galeão (terça, quarta e sexta)
  • SC 687 – Decolagem de Congonhas às 16h15 e pouso às 17h15 no Galeão (segunda e terça)
  • RG 687 – Decolagem de Congonhas às 16h15 e pouso às 17h15 no Galeão (quarta a sexta)
  • VP 689 – Decolagem de Congonhas às 19h45 e pouso às 20h45 no Galeão (segunda a sexta)

Trecho Galeão – Congonhas

  • VP 680 – Decolagem do Galeão às 07h00 e pouso às 08h00 em Congonhas (segunda a sexta)
  • TR 682 – Decolagem do Galeão às 10h30 e pouso às 11h30 em Congonhas (segunda e quinta)
  • VP 682 – Decolagem do Galeão às 10h30 e pouso às 11h30 em Congonhas (terça, quarta e sexta)
  • VP 684 – Decolagem do Galeão às 14h15 e pouso às 15h15 em Congonhas (segunda a sexta)
  • SC 686 – Decolagem do Galeão às 18h00 e pouso às 19h00 em Congonhas (segunda e terça)
  • RG 686 – Decolagem do Galeão às 18h00 e pouso às 19h00 em Congonhas (quarta a sexta)
  • VP 688 – Decolagem do Galeão às 21h30 e pouso às 22h30 em Congonhas (segunda a sexta)

Para quem sempre observou aeronaves a jato em Congonhas, até 1984, antes da abertura de Guarulhos e a transferência dos voos internacionais e depois os domésticos, ir até o aeroporto, no famoso terracinho, e observar a movimentação das aeronaves regionais Embraer 110 Bandeirantes, Embraer 120 Brasília, Fokker F-27 e Lockheed Electra II, e pode observar a operação dos Boeing 737-300 da VASP, já era de uma enorme alegria!

Deixe uma resposta