Veja as últimas novidades da Azul Linhas Aéreas

Foto: Alexandre Barros

Hoje, 16 de dezembro, a Azul inaugura sua primeira flagship em um dos mais movimentados aeroportos do país, Congonhas, em São Paulo.

A loja conceito é totalmente tecnológica e terá um painel de LED construído em parceria com a Samsung. Situada ao lado do balcão de check-in da Azul, o espaço servirá como modelo de inovação.

A partir do próximo sábado, 19 de dezembro, a Azul começa a comercializar os voos para Mossoró, no Rio Grande do Norte. A companhia retoma operações em 1º de março, para Recife, com aeronaves ATR 72-600, seis vezes por semana.

Desde o dia 13, as cidades de Bonito e Corumbá, no Mato Grosso do Sul, voltaram a receber as aeronaves da Azul com destino à Campinas, no interior de São Paulo.

Ontem, dia 14, Canela e Torres, no Rio Grande do Sul, presenciarem, pela primeira vez, um pouso do Cessna Gran Caravan, da Azul Conecta, que irá operar a rota para a capital gaúcha. Já Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, voltou a se conectar com Belo Horizonte, ganhando ainda voos inéditos para Congonhas (SP) e Santos Dumont ao longo da alta temporada de verão.

Amanhã, dia 17, haverá o retorno de Caldas Novas (GO) e Aracati (CE), sendo ligadas com Campinas, e o início dos voos da Azul Conecta para Itanhaém (SP), Ubatuba (SP), Angra(RJ), Búzios (RJ), Paraty(RJ) e Guarapari(ES). Em Parnaíba, famosa região muito procurada por praticantes de Kitesurf, os voos da Azul voltam a ser operados no dia 20 de dezembro.

Porto Seguro terá voos extras com origem e destino para 16 localidades. São eles: Belo Horizonte, Cuiabá, Congonhas, Campinas, Curitiba, Goiânia, Bauru, Montes Claros, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Uberlândia, Porto Alegre, Santos Dumont, São José do Rio Preto, Salvador e Vitória.

Ilhéus ganhará ligações diretas para Salvador, Vitória, Congonhas (SP) e Rio de Janeiro a partir deste mês. Rio e São Paulo serão servidos com aeronaves A320neo.

E finalizando as novidades, Cuiabá terá voos extras de/para 13 cidades, algumas delas que não são atendidas pela malha regular da companhia na capital mato-grossense. São elas: Curitiba, Londrina, Maringá, no Paraná, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, em São Paulo, Uberlândia (MG), Porto Alegre (RS), Porto Seguro e Salvador, na Bahia, Palmas, Recife e Maceió.

Deixe uma resposta