Voos domésticos correspondem a cerca de 87% na intenção de viagens dos brasileiros

Foto: RioGaleão

A retomada das atividades vem ocorrendo de maneira gradativa e, assim como outros setores, o segmento de viagens já apresenta um movimento nesse sentido. De acordo a análise da agência de viagens on-line ViajaNet, o fluxo de passageiros voando em novembro foi 47% menor que o registrado no ano de 2019.

Mesmo havendo mais flexibilidade do isolamento social em outubro, as pessoas ainda têm buscado, preferencialmente, destinos nacionais (87,3%) do total.

A pesquisa também mostrou que São Paulo é o destino mais pesquisado entre os internautas, com 18,5, seguido do Rio de Janeiro, com 10,6. Fortaleza e Recife aparecem na sequência, com 6,1% e 5,5% do total das buscas no site da empresa.

Novembro registrou aumento de 16% na procura de voos em relação ao mês anterior com pico de 68% na Black Friday de 27 de novembro em relação ao dia anterior. Com relação aos voos internacionais, o percentual de busca ainda permanece baixo, o que pode refletir apenas a intenção de planejamento para viagens futuras ou até o fato de que ainda há fronteiras bloqueadas para a entrada de estrangeiros, em razão da pandemia de covid-19.

Com a volta da procura por viagens aéreas, a empresa reforça a importância dos cuidados de higienização pessoal e esclarece que as companhias estão fazendo sanitizações em todas as aeronaves. Além disso, mesmo antes da pandemia já existia um sistema de troca de ar nas cabines, para constante circulação, que continua operando.

Deixe uma resposta