Aeroporto de Palmas, Aeroporto de Palmas, Portal Aviação Brasil
Foto: Infraero

O nome do aeroporto, Brigadeiro Lysias Rodrigues, é uma homenagem ao pioneiro da aviação no Tocantins, responsável pela fundação do primeiro aeroporto do estado, o Porto Nacional, localizado na cidade homônima.

Em 1997, a Infraero assumiu a administração do aeroporto provisório (em virtude da recém-criada cidade de Palmas). Dois anos depois, em setembro, foram iniciadas as obras de construção do novo aeroporto, finalizadas em 24 meses. A Infraero inaugurou em 2001 o novo Aeroporto de Palmas, por ocasião do 13º aniversário do Tocantins, em 5 de outubro de 2001

O único terminal operado pela Infraero no Tocantins, o Aeroporto de Palmas, completou em 5 de outubro de 2018, 17 anos de operação. A estrutura está instalada num dos maiores sítios aeroportuários do país, com 23,7 milhões de m². O Aeroporto de Palmas encerrou 2018 com alta de 3% na movimentação de passageiros na comparação com o ano anterior. Foram 673.708 viajantes embarcados e desembarcados ante os 654.397 registrados em 2017. O volume de aeronaves no terminal tocantinense também cresceu: 12.914 contra as 12.613 contabilizadas em 2017, alta de 2,5%.

Para o superintendente do aeroporto, Juliano de Castro Duarte, a alta no número de viajantes está ligada a fatores como a localização do terminal, na região mais central do Brasil, e o grande potencial turístico do Tocantins, em conjunto com a divulgação de suas belezas naturais. O gestor lembra ainda que desde o fim de 2018, passageiros que utilizam o aeroporto contam com mais conforto e comodidade. “Entregamos, em novembro, a ampliação da sala de embarque do terminal. A nova área é 78,55 m² maior do que a anterior, o que representa um ganho de 42,75% em tamanho”, acrescentou. Além de mais espaço, os viajantes têm 40 novos assentos e seis totens de tomadas à sua disposição.

Atualmente, as quatro maiores companhias aéreas brasileiras oferecem voos diários ligando Palmas a São Paulo, Brasília, Goiânia, Campinas, Rio de Janeiro, Araguaína, Guarulhos e Ribeirão Preto.

A pista principal, com 2,5 mil metros de comprimento, tem capacidade para operar aeronaves do porte do Boeing 767. O aeroporto tem dois pátios – um para aviação regular e outro para aviação geral. Localizado a 23 km do centro de Palmas, o terminal tem capacidade para até 2,1 milhões de passageiros por ano. Os viajantes que passam por lá encontram um aeroporto moderno, com 16 balcões de check-in, praça de alimentação, lojas de conveniência e de vendas de passagens, espaço cultural, caixas eletrônicos, serviço de táxi 24h e ônibus coletivo durante os horários de transporte da cidade. O terminal dispõe, ainda, de 257 vagas de estacionamento de veículos.

O aeroporto foi o primeiro da Infraero a receber, em 2014, o Sistema ELO, uma solução de acessibilidade aos passageiros, especialmente para aqueles com deficiência e ou com mobilidade reduzida. A estrutura compreende conectores que interligam, ao nível do solo, as salas de embarque e desembarque às aeronaves, possibilitando que as pessoas transitem por esse trajeto com segurança, pois ao final de cada passarela estão presentes uma escada e um elevador. Outro aspecto do ELO é a climatização dos conectores, que proporciona conforto aos passageiros que embarcam ou desembarcam na capital do Tocantins, conhecida por registrar altas temperaturas.

Fonte: Infraero