Início Aeroportos Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins

Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins

Atualizamos os números operacionais do Aeroporto Internacional de Fortaleza, no Ceará. Neste trabalho inédito apresentamos informações do histórico de passageiros embarcados e desembarcados no aeroporto de 2000 a 2021, a participação de mercado das empresas em operações domésticas nos últimos 5 anos, entre 2017 e 2021, e finalizando com os voos vigentes no aeroporto.

Vejam os números operacionais do aeroporto, atualizados pelo Portal Aviação Brasil

Os dados anteriores ao ano 2000 estão sendo levantados pela equipe de dados do Aviação Brasil.

Participação de mercado dos últimos 5 anos, das empresas que operam em Fortaleza, voos domésticos de passageiros

Localidades atendidas e distribuição dos voos domésticos entre as companhias aéreas

Na tabela a seguir, na última linha, vemos qual empresa tem a maior participação na oferta de assentos do aeroporto. A primeira coluna da esquerda informa os destinos atendidos e quais empresas operam a rota. Na coluna da direita, em total geral, significa quais destinos tem a maior participação de voos/assentos a partir do aeroporto.

Um pouco da história

Com quase 4 milhões de passageiros embarcados e desembarcados em Fortaleza em 2021, o movimento no aeroporto ainda é aquém a 2019, anterior a Pandemia de Covid-19, onde passaram pelo aeródromo quase 7,5 milhões de passageiros.

São Paulo (GRU Airport), Recife e Manaus são os principais destinos para quem embarca na capital cearense, conforme mostramos no quadro acima.

Desde 2018, quando estabeleceu seu hub no aeroporto, a Gol é a líder de mercado em embarques de passageiros no aeroporto, considerando voos domésticos, com a Azul com um crescimento ano após ano, se destacando também no aeródromo.

Os voos da Joon, que iniciaram em 2018, foram absorvidos pela Air France, que opera na rota Fortaleza – Paris. 

O aeroporto teve sua pista construída na década de 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial foi base aérea de apoio às Forças Aliadas. A segunda pista do aeroporto foi ampliada de 1.500 m para 2.545 m em 1963. O primeiro terminal de passageiros foi construído em 1966. A Infraero assumiu a administração do aeroporto em 7 de janeiro de 1974 e deu início as obras de ampliação do complexo aeroportuário.

Em 1998 foi inaugurado um novo terminal de passageiros na área sul, com capacidade para 3,8 milhões de passageiros/ano, e mais 14 posições de estacionamento de aeronaves.

Em março de 2017, na quarta rodada de concessões de aeroportos brasileiros, o Governo Federal concedeu o Aeroporto Internacional Pinto Martins à Fraport AG.

O aeroporto possui um grande potencial, que é reforçado pelo desenvolvimento econômico de Fortaleza e do Ceará, assim como a localização geográfica estratégica do estado como possível ponto de entrada da Europa e América do Norte para o Brasil.

A Fraport Brasil – Fortaleza assinou um contrato com o consórcio Método e Passarelli para execução das obras de expansão do Fortaleza Airport. 

Desde 25 de junho de 2019, os passageiros do Fortaleza Airport fazem o check-in doméstico e internacional em uma nova área, mais ampla e melhor iluminada, na
expansão do terminal.

A Fraport Brasil finalizou em 30 de julho de 2020 as obras de expansão da pista de pouso e decolagem, nova taxiway P, RESA 13 (área de segurança) e subestações 13 e 31 do Fortaleza Airport.

Todas as intervenções de infraestrutura aeroportuária (Fase 1B e Fase Runway) foram concluídas e a Fraport Brasil acredita que as autoridades competentes finalizarão a
instalação dos equipamentos de auxílio à navegação aérea o mais breve possível para que a pista expandida em 210 metros, com comprimento total de 2.755 metros, possa
ser utilizada.

Em 12 de agosto de 2021, a extensão da pista de pouso e decolagem do aeroporto de Fortaleza, duas novas taxiways (vias de taxiamento) e as RESAS (áreas
de segurança) nas cabeceiras 13 e 31 estarão disponíveis para operação.

Com o processo de homologação concluído, a expansão da pista – infraestrutura que foi entregue pela Fraport Brasil em julho de 2020 – pode ser utilizada, possibilitando segurança para operar pousos e decolagens de aeronaves maiores e mais pesadas.

Com a expansão de 210 metros, a pista do Fortaleza Airport passou de 2.545 metros para 2.755m para pouso e decolagem na cabeceira 31.

error: Conteúdo Protegido !!
Sair da versão mobile