Início Notícias Mercado aéreo tem movimentações importantes na Azul, Gol e Latam

Mercado aéreo tem movimentações importantes na Azul, Gol e Latam

Foto: Alexandre Barros

O dia de ontem foi agitado nos bastidores das atuais três maiores companhias aéreas brasileiras. A Azul, a Gol e a Latam fizeram anúncios importantes ao mercado com foco no crescimento e retomada do setor, e também, se preparando para atuar na defensiva contra a nova concorrente, a Itapemirim.

A Azul anunciou ontem que a partir do dia 08 de agosto iniciará operações em Patos, no sertão da Paraíba, com voos diários para Recife. Os voos diários serão realizados inicialmente com aeronaves da Azul Conecta modelo Cessna Gran Caravan, com capacidade para até nove passageiros.

A Gol Linhas Aéreas anunciou o aumento da oferta de voos para o mês de junho para 300 voos diários, um incremento de 36% em relação a maio, número que, em etapas, chegará a 400 decolagens ao dia no final do mês, em razão da expectativa de acréscimo da demanda por viagens durante a alta temporada de inverno.

A companhia foca nas cinco cidades que representam seus hubs: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e Salvador. A Gol também reabre em junho 7 bases aéreas regionais que estavam temporariamente suspensas: Caldas Novas (GO), Campina Grande (PB), Caxias do Sul (RS), Londrina (PR), Montes Claros (MG), Sinop (MT) e Uberlândia (MG).

Fortaleza terá ampliação de voos sem escalas para o aeroporto de Congonhas (SP), além de nova oferta para Salvador, Recife, Manaus, São Luís e Rio de Janeiro.

O Rio de Janeiro, Galeão, passa a contar com novos voos para 7 capitais do Nordeste: Aracaju, Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Natal, Recife e Salvador, além de também ganhar novas ofertas de decolagens para destinos como Belo Horizonte, Curitiba, Foz do Iguaçu, Florianópolis, Navegantes e Porto Alegre.

Até meados de junho, Salvador volta a ter voos diretos para Goiânia, João Pessoa, Natal, Palmas, Porto Alegre, São Luís e Teresina. Haverá ainda mais opções de decolagens para Aracaju, Porto Seguro, Ilhéus, Maceió, Vitória da Conquista, Brasília, São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Belo Horizonte, Fortaleza, Rio de Janeiro (Santos Dumont e RIOgaleão), Recife, Campinas e Vitória. A previsão é ampliar de 14 para 20, em junho, o número de decolagens diárias para essas cidades.

A Latam Brasil atendia em maio de 2019 um total de 115 rotas contra 91 rotas previstas com o anuncio realizado ontem pela companhia, que abrange a abertura de 10 novas rotas e fortalecimento do hub em São Paulo, Congonhas. A Latam está operando com 49% da sua capacidade no Brasil, em comparação com o que operava em maio de 2019 (antes da pandemia).

As novas rotas a partir de Congonhas serão para:

  • Comandatuba: será 1 voo direto semanal a partir de 1º de agosto, operado com aeronaves Airbus A320, tornando regular o voo que antes era charter.
  • Fortaleza: serão 14 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A319 e A320.
  • Maceió: serão 11 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus 320.
  • Natal: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320neo.
  • Recife: serão 10 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A319 e A320.

De São Paulo, Guarulhos, o novo voo será para:

  • Cancún: Serão 2 voos semanais em junho e 3 voos semanais em julho, podendo estender essa operação para os próximos meses de acordo com a evolução da demanda, operado com Boeing 767-300ER, a partir de 4 de junho.

Do Rio de Janeiro, Galeão, as novas rotas serão para:

  • Maceió: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320.
  • Natal: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320 e A321.
  • Recife: serão 12 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus 320.

De Fortaleza, as novas rotas serão para:

  • Belém: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320 e A321.
  • Manaus: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320 e A321
  • Teresina: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320.

Transferência para Guarulhos dos voos antes operados de Congonhas para as cidades de Chapecó, Joinville e Ribeirão Preto, a partir de 1º de julho.

Vale lembrar que, conforme anunciamos, a Itapemirim inicia seus voos em 1º de julho, e terá algumas cidades principais como hub, coincidentemente algumas delas que ganharam reforços da Gol e da Latam para os próximos dias.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

error: Conteúdo Protegido !!
Sair da versão mobile